Setúbal inaugurou “Portugal à Mesa em Santarém”

“Setúbal Terra de Peixe” deu o mote, sábado, 29 de Fevereiro, na Casa do Campino, ao primeiro encontro do “Portugal à mesa em Santarém”, no âmbito dos 40 Anos do Festival Nacional de Gastronomia (FNG) que este ano se comemoram.

Através da “Casa da Baía” estiveram representados vários produtos regionais, e em complemento à “feira de sabores” de Setúbal, nos claustros, funcionou no “bar da pedra” a Tasca do Choco, onde os escalabitanos puderam petiscar sandes de choco frito, empadas e pataniscas de choco, para além da inovadora pizza de choco, iguarias que atraíram diversos tipo de público ao evento.

A tarde de descoberta de Setúbal em Santarém culminou num jantar solidário, promovendo o melhor da região através das propostas gastronómicas do chef Álvaro Santos.

PUBLICIDADE

O presidente do Conselho de Administração da Viver Santarém, João Leite, fez questão de recordar a importância dos 40 anos do FNG e o desafiante programa de actividades que lhe está associado.

Os alunos do Curso de Hotelaria e Restauração da Escola Profissional do Vale do Tejo asseguraram a preparação e o serviço de mesa.
A presidente da Câmara de Setúbal, Maria das Dores Meira, sublinhou a importância histórica e cultural do FNG como modelo e origem de “outros festivais gastronómicos”.

Por último, o presidente da Câmara de Santarém, Ricardo Gonçalves, reiterou a importância da efeméride dos 40 anos do FNG, cujo programa alia as várias dimensões culturais e patrimoniais da gastronomia, reforçando o objectivo de “Santarém ser um grande e bom restaurante de Portugal”.

A refeição foi servida ao som do fado, na voz de Maria Caetana, acompanha na guitarra por Paulo Serra e por Francisco Felgueiras na viola.

A próxima edição do “Portugal à Mesa em Santarém” terá lugar no mês de Junho, com programa a anunciar brevemente.

PUBLICIDADE

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS