Pedro Brito de Sousa, presidente da Sociedade Moitense de Tauromaquia, confirmou a empresa Tauroleve, Lda., de Ricardo Levesinho, para continuar a gerir a Praça de Toiros “Daniel do Nascimento”, da Moita do Ribatejo, por um período de dois anos (2023/2024) e mais dois de opção (2025/2026).

Ao concurso para adjudicação da carismática praça moitense apenas se candidatou mais uma empresa, a “Tertúlia Óbvia”, de João Anão Madureira e José Luís Zambujeira, gestores da vizinha Monumental do Montijo.

Quando um tauródromo está a ser bem gerido por uma empresa a entidade proprietária deveria prorrogar o seu vínculo com o concessionário sem ter de abrir concurso, pois a maioria das vezes quando se muda apenas por dinheiro o resultado acaba sempre por dar mal. As coisas não estão nada fáceis para o sector da tauromaquia, pelo que tem de haver muita ponderação nos negócios que se fazem, e neste caso, apesar de ter havido concurso e de só ter concorrido outra empresa, consideramos que a decisão foi muito acertada.

Luís Miguel Pombeiro, apoderado de toureiros e gestor taurino da Praça do Campo Pequeno e de outras, teve a lucidez de, atempadamente, dar conhecimento de que não iria concorrer à Moita por considerar que a praça tem sido muito bem gerida por Ricardo Levesinho, que, assim, deveria prosseguir o seu trabalho. Bonito!

Leia também...

Músico dos Santos & Pecadores morre vítima de acidente de trabalho em Tremez

Rui Martins, um dos músicos da banda Santos & Pecadores, morreu na…

Alterações ao Código da Estrada entram em vigor amanhã com multas agravadas

As alterações ao Código da Estrada aprovadas em Novembro entram na sexta-feira,…

Médico detido por abuso sexual de menores

Um homem de 27 anos foi detido esta manhã no Bairro de…

PSP apreende mais de 250 de aves na Avisan

Levantados três autos de contra-ordenação.