A PIDE foi responsável pela repressão de todas as formas de oposição ao Estado Novo. Vigiou, prendeu, torturou, censurou e será para sempre recordada como sinónimo de violência e brutalidade.

A historiadora, Irene Pimentel, não tem dúvidas que a PIDE se tratou de um instrumento central de um regime político focado na figura de um ditador e que sempre defendeu o regime, funcionando como correias de transmissão de Salazar, que conhecia a sua actuação e confiava nela.

A autora apresentou a sua mais recente obra na sede do Correio do Ribatejo, onde, através de cinco das figuras mais marcantes da polícia política da ditadura, relata o modo de funcionamento da instituição contribuindo para diminuir as confusões e explicar o que realmente aconteceu evitando o branqueamento da história.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Leia também...

VÍDEO | Celestino Graça nasceu há 107 anos!

Cumprem-se neste sábado, dia 9 de Janeiro, cento e sete anos sobre…

Conservatório de Música de Santarém cria programa de formação em dança

O Conservatório de Música de Santarém iniciou este ano lectivo um programa…

Visitas ao Castelo de Almourol suspensas devido ao elevado caudal do Rio Tejo

A Câmara Municipal da Barquinha decidiu suspender, a partir de hoje e…

FOTOS | Marquês de Sá da Bandeira homenageado no 145º aniversário da sua morte

Bernardo de Sá Nogueira de Figueiredo, também conhecido como Marquês de Sá…