Santarém é uma jóia patrimonial e arquitectónica que oferece uma fonte rica de conhecimento sobre a História da região e do país.

Esta semana, o Correio do Ribatejo acompanhou os trabalhos de arqueologia que estão a ser desenvolvidos no âmbito da requalificação da Praça Visconde Serra do Pilar e Largo de Marvila, em Santarém.

O coração de Santarém está, pois, transformado num estaleiro de obras e a lei e a História fazem da cidade terreno fértil para achados arqueológicos.

É uma “janela” aberta para o passado que tem sido passado a pente fino por uma equipa de arqueólogos que mostram que Santarém ainda guarda sob os seus pés verdadeiros tesouros arqueológicos.

Leia a reportagem completa na edição impressa de 10 de Fevereiro do Correio do Ribatejo.

Leia também...

A herdade no Alviela e o pergaminho que ia para o lixo

Pergaminho do século XII salvo do lixo em Vale de Figueira.

Lenda da Sopa da Pedra chega às crianças de todo o mundo através da Expo 2020 Dubai

A lenda da Sopa da Pedra, prato típico de Almeirim, foi incluída…

Sete doces regionais do distrito de Santarém nos nomeados às 7 Maravilhas Doces de Portugal

Os Arrepiados e os Celestes de Santarém, o Bolo de Cabeça e…

Associação ‘Praça Maior’ fecha gestão da Praça de Touros ‘Celestino Graça’ com sentido de missão cumprida

A Associação “Praça Maior”, responsável pela organização das corridas de toiros na…