Vitória de Santarém abre secção de Xadrez e contrata históricos do distrito

O Vitória Clube de Santarém anunciou recentemente a abertura de uma secção de xadrez e promoveu o regresso a Santarém de alguns dos maiores jogadores de sempre da história do distrito. O objectivo do clube é a participação imediata nas principais provas do circuito nacional e a aposta na formação de jovens jogadores.

Segundo um comunicado do clube, a dinamização desta modalidade “foi, desde sempre, um desejo assumido do clube após a recente atribuição da nova sede social por parte da Câmara Municipal de Santarém, meta que agora é concretizada com a filiação na Federação Portuguesa de Xadrez e a associação de “monstros” com uma extensa e categórica folha de serviços na área”.

Alguns dos nomes que vão compor esta nova secção já são conhecidos, sendo eles, Carlos Nascimento, Pedro Vinagre, Luís Ferreira, Victor Ferreira, Luís António, Miguel Barriga, Pedro Malaca, Gonçalo Nunes, Pedro Diogo e António Russo.

PUBLICIDADE

Uma equipa já se encontra inscrita na Taça de Portugal e no Campeonato Nacional da 3.ª Divisão, prova que, já no dia 14 de Dezembro, às 15h00, em Campo de Ourique, marcará a estreia do Vitória Clube de Santarém em competições oficiais. Já na Taça de Portugal, o sorteio ditou um confronto com o Centro Norton de Matos (Coimbra) na 1.ª Eliminatória.

Nomes históricos de regresso a Santarém

O núcleo duro da equipa que agora coloca o Vitória Clube de Santarém na alta roda do xadrez nacional iniciou o seu trajecto em 1976, no Grupo de Xadrez de Santarém, inscrevendo, à época, no currículo a conquista dos títulos de campeão distrital individual e colectivo, galardões aos quais se juntaria uma honrosa participação no Campeonato Nacional por equipas.

O ponto alto desta passagem seria o apuramento para as meias-finais da Taça de Portugal em 1983, ano que antecedeu a transferência da equipa principal do grupo para o Clube Riomaiorense, que rapidamente escalou até à 1.ª Divisão Nacional, patamar no qual militou ao longo de seis anos consecutivos, num notável percurso que mereceria mesmo uma homenagem pública do município local.

Em 1999, após um breve hiato no qual se “refugiou” no extinto café escalabitano Kabab, o grupo encetou mais um ciclo de participações sucessivas em campeonatos nacionais da 2.ª e da 3.ª Divisão, antes de, em 2007, abraçar o mais recente projecto em que esteve envolvido, A Casa do Xadrez de Alpiarça, que culminou, no final da época 2014/15, numa histórica subida à 1.ª Divisão Nacional. Um feito inegavelmente de monta, atendendo à idade dos membros da equipa (alguns, actualmente, já com 45 anos de actividade!) e ao facto de as principais equipas nacionais apostarem já em força na contratação de mestres estrangeiros.

Forte aposta na formação

O Vitória Clube de Santarém tem a firme convicção de apostar na formação de jovens interessados em aprender e evoluir no mundo do xadrez, pretendendo chamar a atenção para todos os benefícios inerentes à prática deste jogo secular, nomeadamente ao nível de aspectos importantes como a concentração, a memória, a abstracção ou o raciocínio.

Nesse campo, a experiência dos mestres que compõem a principal equipa vitoriana assume-se como incontornável mais-valia, passando o clube vitoriano a contar, já a partir da próxima semana, com um horário semanal disponível para todos aqueles que queiram experimentar ou desenvolver a prática do xadrez.

Neste arranque, as sessões funcionarão todas as quintas-feiras, das 18h00 às 19h30, na sede do Vitória, estando os responsáveis da secção disponíveis para articular outras alternativas junto dos interessados. Para mais informações, o clube disponibiliza os seguintes contactos: 961510344 (Carlos Nascimento) ou 913992112 (Pedro Malaca).

PUBLICIDADE

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS