Agroglobal em formato digital até 11 de Setembro em Valada

A Agroglobal – Feira das Grandes Culturas iniciou esta quarta-feira, 9 de Setembro, e mantém-se até sexta-feira, 11 de Setembro, de forma virtual com o intuito de ajudar a incentivar o espírito resiliente e construtivo dos empresários ligados ao sector agrícola.

Apesar do adiamento, a organização manteve os trabalhos de cultura e os campos de Valada foram preparados “tal como se o evento se realizasse no espaço habitual”. Foi também preparada uma planta virtual, que se encontra disponível na sua página na internet “na qual, os expositores poderão comunicar as suas soluções mais recentes e os seus projectos mais inovadores”, informa a organização.

Durante estes dias decorrerá ainda um ciclo de conferências que “manterá a Agroglobal como o evento agrícola do ano”, assegura a organização do evento, explicando que “apesar de não haver visitantes, decidimos instalar o auditório no recinto da feira para transportar virtualmente os visitantes para o ambiente Agroglobal”.

PUBLICIDADE

Os temas a debate – Agricultura de Precisão; Desafio da floresta de produção e a PAC pós 2020, novas Culturas e agricultura biológica; Portugal no Futuro, uma visão estratégica para a agricultura, alimentação e território; Estratégias Green Deal, Farm to Fork e Biodiversidade 2030 na PAC e Estratégia Portuguesa na PAC.

Câmara do Cartaxo apoia realização do certame

Em visita de trabalho aos campos da Agroglobal, Pedro Magalhães Ribeiro reafirma empenho da autarquia no apoio ao evento.

“A Agroglobal é um evento de importância estratégica para o concelho, mas também para a economia e o desenvolvimento regional, tanto quanto para a afirmação nacional no sector agrícola”, considera Pedro Magalhães Ribeiro, presidente da Câmara Municipal do Cartaxo.

A afirmação do autarca decorreu no âmbito de uma visita de trabalho que promoveu ao espaço da Agroglobal, onde foi recebido por Joaquim Pedro Torres, mentor e promotor do evento que tinha como expectativa receber 475 empresas e milhares de empresários agrícolas, nesta que seria a sétima edição do evento.

O autarca “vê no esforço das instituições e das pessoas que organizam a Agroglobal, um exemplo de resiliência que deve ser inspirador para todos os que têm a obrigação de trabalhar pela afirmação da nossa agricultura como sector estratégico nacional – quer na vertente de produção, quer de inovação tecnológica”.

Na visita estiveram também presentes a Coordenadora Municipal de Proteção Civil e o Adjunto de Comando dos Bombeiros Municipais, assim como, a GNR e a autoridade de saúde pública local. Para além do apoio logístico para a realização das conferências no auditório a instalar nos campos de Valada, o Serviço Municipal de Proteção Civil, apoiou a organização com a elaboração do Plano de Contingência para a realização das conferências no auditório a instalar em Valada.

PUBLICIDADE

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS