As autoridades de saúde do Médio Tejo determinaram na quinta-feira, 15 de Abril, o encerramento da Escola Básica Maria Lucília Moita, em Alferrarede, Abrantes, devido a um surto de covid-19 que afecta três crianças e duas encarregadas de educação daquele estabelecimento de ensino.

“A escola básica Maria Lucília Moita ficou sem regime presencial de aulas por um período de 14 dias devido a surto de covid-19, que envolve três crianças, duas no pré-escolar e uma no 1º ciclo, e duas mães de outros alunos”, disse à Lusa a Delegada de Saúde Pública do Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) do Médio Tejo, no distrito de Santarém.

Maria dos Anjos Esperança disse que “a autorização para a suspensão da actividade escolar decorreu de um pedido efectuado nesse sentido à Direção-Geral da Saúde (DGS) para prevenir a propagação da doença”.

PUBLICIDADE

A escola agrega cerca de 150 crianças do pré-escolar e do ensino básico.

“É uma medida preventiva que visa colocar todos em isolamento profiláctico, tendo em conta o número de contactos de risco e o facto de haver irmãos de alunos infectados a frequentarem outras escolas”, disse a responsável, tendo dado conta da realização de 186 testes entre quarta-feira e hoje à comunidade educativa, 137 dos quais a crianças, e cujos resultados ainda falta conhecer parcialmente.

Os casos positivos de covid-19 em três alunos da Escola Básica Maria Lucília Moita levaram o Agrupamento de Escolas n.º 1 de Abrantes a decidir na quarta-feira, em conjunto com o ACES Médio Tejo, colocar 107 alunos de sete turmas em isolamento profiláctico, a que se juntaram 22 professores e educadores e seis auxiliares de acção educativa, num total de 135 pessoas em confinamento, incluindo alguns alunos da Escola Secundária Solano de Abreu, também em Abrantes, tendo a medida preventiva sido hoje alargada a todo a escola Lucília Moita.

“Os alunos estão em isolamento, mas nem todas as turmas têm casos positivos. Os alunos da Escola Solano de Abreu estão em isolamento por relações familiares, têm irmãos em algumas dessas turmas da Escola Lucília Moita”, disse à Lusa o director do Agrupamento de Escolas n.º 1, Jorge Costa.

Segundo o responsável, a partir de sexta-feira, a escola Maria Lucília Moita fica em regime de aulas à distância.

De acordo com os dados mais recentes do ACES Médio Tejo, nas últimas 24 horas, Abrantes contabilizou quatro novos casos de covid-19 e tem 20 pessoas em vigilância activa.

No total, desde o início da pandemia, aquele município regista 1.536 casos de doença, com 1.438 pessoas recuperadas e 69 óbitos.

PUBLICIDADE
Leia também...

Corações com Coroa oferece bolsas de estudo a jovens raparigas de Santarém

A Corações com Coroa (CCC), Associação sem fins lucrativos e ONGD que…

VÍDEO | Escola D. João II, em Santarém, recebe Sala do Futuro

Foi inaugurada esta quinta-feira, 26 de Setembro, na Escola D. João II,…

Governo vai ponderar entre hoje e quinta-feira encerramento de escolas

O Presidente da República afirmou que o Governo vai ponderar, entre hoje…

Praxes virtuais foram moda este ano lectivo

Este ano lectivo, por força da pandemia, as praxes académicas dos novos…