A Câmara de Almeirim criou um serviço de apoio para incentivar os munícipes a não saírem de casa no período de confinamento, levando bens essenciais às pessoas mais vulneráveis ou colocadas em confinamento.

A campanha “Se não tem suporte familiar não saia de casa”, criada pela Câmara de Almeirim, conta com uma “rede de distribuição de produtos alimentares e medicamentos”, que envolve, nomeadamente, o município, as juntas de freguesia, a protecção civil e os escoteiros.

As pessoas idosas, doentes crónicos ou oncológicos, portadores de deficiência ou incapacidade e ainda doentes em isolamento profiláctico devido à pandemia da covid-19 e aqueles que não tenham qualquer suporte familiar podem inscrever-se nos serviços de Acção Social do município, segundo uma nota da autarquia.

PUBLICIDADE

“Para aumentar o patamar de protecção e evitar o contágio da população em geral e da mais vulnerável em particular, face à propagação da covid-19, a Câmara Municipal de Almeirim, no âmbito da Rede Social e com o objectivo de minimizar o impacto negativo da situação de emergência, articulou algumas medidas para este período de confinamento”, afirma.

Tendo em conta as medidas do novo confinamento, o município informa ainda que assegura o atendimento presencial nos seus serviços mediante marcação prévia e que encerrou vários serviços, como biblioteca, assegurando serviço de entregas ao domicílio, piscinas e o cineteatro.

O encerramento deste espaço ditou o cancelamento do Concerto de Ano Novo que foi reagendado para o próximo dia 22, sendo possível assistir apenas ‘online’.

Sexta-feira, no cineteatro vão estar, a partir das 21:30, apenas os técnicos e os músicos Maria João Sousa (soprano), Leandro Silva (baixo), Valter Passarinho (percussão) e Yan Mikirtumov (piano).

“Noutros tempos diria: adquira o seu bilhete nos locais habituais. Hoje digo: reserve a sua agenda, prepare o computador e assista a este espectáculo em sua casa. Queremos que proteja a sua saúde física, mas que exercite a sua saúde mental”, afirma o presidente da Câmara almeirinense, Pedro Ribeiro (PS).

O autarca anunciou ainda a aquisição de 20 mil máscaras de criança, descartáveis, para entregar às escolas do primeiro ciclo do concelho, frisando que a decisão de usar é individual e justificando a opção por não reutilizáveis por o seu uso nem sempre ser o mais adequado.

PUBLICIDADE
1 comment
  1. A câmara devia de ter feito isto desde o início da pandemia, infelizmente já faleceu algumas pessoas almeirinenses sem apoio da Câmara e que pagam as suas contribuições…foi necessário haver Um aumento de contágios para a câmara decidir ter a mesma iniciativa da câmara de alpiarca que já existe há algum tempo…além de bens alimentares, deviam ter apoios médicos, não basta um telefonema diário ou de 2 em 2 dias para saber o que a pessoa do outro lado do telefone que tem covid-19 diz…devia de existir um apoio médico ao domicílio…mas enfim,

Comments are closed.

Leia também...

Alterações ao Código da Estrada entram em vigor amanhã com multas agravadas

As alterações ao Código da Estrada aprovadas em Novembro entram na sexta-feira,…

Morreu Asdrúbal, figura de Santarém

Asdrúbal, figura icónica e popular de Santarém, faleceu na madrugada deste domingo,…

Condutor não respeita ordem de paragem e foge durante 25 km à GNR

Um homem de 31 anos foi detido e aguarda julgamento em prisão…

GNR detém dono de café por violação do confinamento

A Guarda Nacional Republicana (GNR) deteve, no sábado, o dono de um…