Foto: Pedro Salgueiro

A Prodyalca, fábrica de produtos químicos, em Moitas Venda, concelho de Alcanena, que ficou completamente destruída num incêndio, voltou a laborar “com a ajuda de vários amigos e empresas amigas”.

Em comunicado, a direcção da Prodyalca refere que apesar do infortúnio ocorrido no dia 4 de Março, a empresa manteve todos os 14 postos de trabalho e vai continuar a honrar os seus compromissos.

“A empresa vai dar cumprimento aos mais de 800 mil euros de encomendas que já tinha em carteira no final de Fevereiro”, destaca a mesma nota.

PUBLICIDADE

Recorde-se que, o incêndio naquela fábrica provocou a completa destruição do edifício. O incêndio deflagrou pelas 17h36, de dia 4 de Março, tendo tomado por completo a unidade fabril, não havendo registo de qualquer vítima. As chamas foram combatidas por 76 bombeiros apoiados por 26 viaturas

Na altura, o vereador da Câmara de Alcanena, Hugo Santarém, disse à Lusa que o incêndio terá tido origem numa ignição acidental junto a uma barrica, tendo a propagação das chamas sido “muito rápida”.

Segundo o autarca, a empresa accionou de imediato os mecanismos de emergência existentes na unidade, sem, contudo, conseguir controlar as chamas, dada a sua rápida propagação.

Os 14 funcionários da unidade abandonaram as instalações, tendo ainda conseguido retirar algumas viaturas, mas não todas, adiantou.

Hugo Santarém afirmou que a fábrica da Prodyalca, que se dedica à concepção e desenvolvimento, fabricação e comercialização de produtos químicos, é uma unidade moderna, que venceu em 2020 o prémio PME Líder e que “é uma referência no mercado”.

A unidade, que ficou completamente destruída, “tinha todos os mecanismos” para evitar um eventual problema ambiental, nomeadamente tanques de contenção, disse, adiantando que o combate realizado pelos bombeiros teve em conta o tipo de materiais existentes na unidade.

O autarca realçou que as corporações estão treinadas neste tipo de intervenção, tendo em conta as indústrias existentes na zona.

PUBLICIDADE
Leia também...

‘Casa em Santarém’ nomeada para o prémio internacional de arquitectura

O projecto ‘Casa em Santarém’ da empresa dp arquitectos está nomeado para…

Mercadona constrói maior bloco logístico da empresa em Almeirim

A Mercadona, maior cadeia espanhola de supermercados, anunciou que vai construir um…

Moinho de Fau e Restaurante no Jardim das Portas do Sol colocados em hasta pública

A Câmara Municipal de Santarém vai realizar um hasta pública, no próximo…

Rotary Clube de Santarém distingue Sílvia Carreira como profissional do ano

Sílvia Carreira, directora técnica do Lar Gualdim, do Centro Social Interparoquial de…