Um homem, de 39 anos, foi identificado pela GNR por ser suspeito de dois levantamentos não autorizados de cadáveres sepultados no cemitério da Póvoa da Isenta, concelho de Santarém.

Segundo apurou o Correio do Ribatejo, o homem, residente naquela freguesia, terá entrado no espaço durante a manhã e já durante a tarde foi surpreendido por uma popular a desenterrar uma sepultura de um corpo que tinha sido enterrado no passado domingo.

Depois de alertada pela popular, a junta de freguesia local chamou a Guarda Nacional Republicana que procedeu à identificação do homem. O individuo é para já suspeito do levantamento não autorizado de dois cadáveres sepultados, um esta segunda-feira e outro na passada quarta-feira, 12 de Janeiro.

José João Pedro, presidente da Junta da Póvoa da Isenta, em declarações ao Correio do Ribatejo refere que o suspeito é residente na freguesia há cerca de 10 anos e na manhã de hoje foi avistado a saltar o muro do cemitério e já durante a tarde foi apanhado por uma popular a fazer a cova com recurso a um jarro de flores.

Após ter sido identificado pelas autoridades, o homem foi encaminhado pelo INEM para o Hospital Distrital de Santarém onde está a ser alvo de avaliação psicológica.

Leia também...

Músico dos Santos & Pecadores morre vítima de acidente de trabalho em Tremez

Rui Martins, um dos músicos da banda Santos & Pecadores, morreu na…

Alterações ao Código da Estrada entram em vigor amanhã com multas agravadas

As alterações ao Código da Estrada aprovadas em Novembro entram na sexta-feira,…

PSP apreende mais de 250 de aves na Avisan

Levantados três autos de contra-ordenação.

Homem morre esmagado em acidente de trabalho em Alpiarça

Um homem morreu num acidente de trabalho, esmagado por uma máquina de…