Luís Rouxinol iniciou no passado domingo, dia 3 de Abril, em Alcochete, a temporada de celebração dos seus 35 anos de alternativa e anunciou nas redes sociais que tenciona actuar este ano em 35 corridas.

Este prestigiado cavaleiro tauromáquico anuncia que marcará presença nas principais praças e feiras taurinas do país, destacando, pelo especial significado que essa corrida tem, a sua presença na Monumental “Celestino Graça”, de Santarém, no dia 10 de Junho, onde nesta data de 1987 recebeu a alternativa, apadrinhado por João Moura, com o testemunho de Joaquim Bastinhas e de Rui Salvador, enfrentando toiros da ganadaria de João Moura e com os Grupos de Forcados Amadores de Montemor e de Vila Franca.

O cavaleiro de Pegões divulgou ainda que, além do objectivo de tourear trinta e cinco corridas, esta efeméride será assinalada ao longo deste ano com várias iniciativas, entre as quais uma exposição retrospectiva da sua trajectória, o lançamento de um vídeo e muitas mais surpresas que oportunamente serão dadas a conhecer.

Nesta data Rui Bento já tem vinte cinco corridas asseguradas para Luís Rouxinol, pelo que o objectivo traçado está muito perto de ser conseguido.

Natural do Montijo, onde nasceu a 8 de Agosto de 1968, Luís Armando Ferreira Vicente herdou de seu pai, que fora cavaleiro amador, Alfredo Vicente, o nome artístico de “Rouxinol” e estreou-se com apenas 9 anos em Paio Pires, voltando a dar nas vistas no Campo Pequeno numa das tradicionais garraiadas do Liceu Gil Vicente, que eram ao tempo organizadas pelo crítico taurino Maurício do Vale.

A 24 de Maio de 1986 fez a prova de cavaleiro praticante na Moita do Ribatejo, e tomou a alternativa de cavaleiro profissional na Corrida “Despertar”, da Rádio Renascença, a 10 de Junho de 1987, em Santarém.

Entretanto, sublinhe-se a qualidade técnica e artística de Luís Rouxinol, que construiu uma carreira a pulso, criando e aprimorando um estilo de toureio muito próprio, destacando-se na colocação de pares de bandarilhas, o que lhe permitiu alcançar uma posição cimeira entre os seus pares, pelo que é credor do máximo respeito e admiração de todos os aficionados ao toureio equestre.

Seu filho, Luís Rouxinol Júnior, é já uma das grandes figuras da actual geração, impondo- se em cada corrida pela sua determinação em honrar o nome paterno, e cultivando um estilo pessoal, que sem negar a influência estética de seu pai, afirma um cunho muito especial do jovem marialva, que, decerto, irá prolongar por muitos anos o nome “Rouxinol”, embora ainda tenha de se contar com o veterano cavaleiro de Pegões, que está aí para lavar e durar. Cá o esperamos em Santarém, praça onde tem sido muito feliz!

Leia também...

“Praça Maior” – Missão Cumprida com Distinção!

Ecos do Burladero.

“El Juli” na Monumental Celestino Graça em Santarém

A Associação “Praça Maior” anunciou no passado Dia de Reis a presença…

Praça de Coruche é “Clean & Safe”

Foi atribuído à Associação “Nossa Praça”, gestora da praça de toiros de…

Grupo de ex-Forcados apresenta cartéis da temporada na Praça Celestino Graça

A Associação Praça Maior, composta por oito ex-forcados, apresentou este sábado, 26…