Talentos do Agrupamento de Escolas Marcelino Mesquina Solidários

Na passada quarta-feira, dia 9 de Maio, pelas 21h30, no Centro Cultural do Cartaxo, subiram ao palco, pela sétima vez, os talentos dos alunos do Agrupamento de Escolas Marcelino Mesquita do Cartaxo, num espectáculo de cariz solidário, sendo o valor angariado doado a uma escola em Moçambique, destinando-se a custear os lanches das crianças por um período de seis meses.

Esta gala, que se realiza no âmbito do projecto educativo do agrupamento, foi, este ano, coordenada pela professora Fátima Brito, com a colaboração de uma equipa de professores de várias áreas disciplinares.

Este espectáculo solidário foi abrilhantado pela apresentação de Sebastião Morango, das gémeas Camila e Margarida Raposeira, os três a frequentar o 9º ano, e de Mafalda Lucas, do 10º ano, que começaram por apresentar o projecto de solidariedade social da ONGD Helpo, para o qual reverte a receita de 914 euros apurada na gala. Esta Organização Não Governamental para o Desenvolvimento tem vindo a desenvolver projectos internacionais e nacionais, no âmbito da educação e da nutrição, e foi representada no espectáculo por Carolina Marques, responsável pela implementação de projectos nacionais.

Num discurso fresco e elucidativo, a representante da associação esclareceu que o donativo da noite servirá para contribuir para os lanches de uma escola auxiliada pela Helpo, em Moçambique, por um período superior a seis meses.

O espectáculo, cuja abertura foi feita por Rita Rodrigues, vencedora da gala em 2017, com a canção que a levou a conquistar o primeiro lugar – Ó Gente da Minha Terra, de Amália Rodrigues – contou com doze prestações em palco, no âmbito do canto, da execução instrumental e da dança.

José Miguel Ribeiro, do 12º ano, foi o vencedor do concurso com a canção vencedora da Eurovisão de 2017, ‘Amar pelos dois’, e recebeu o prémio das mãos do presidente da Câmara Municipal do Cartaxo, Pedro Ribeiro. O segundo lugar foi atribuído a Joana Boal, do 9º ano, e Joana Catarino, do 11º, tendo a primeira a interpretado o tema Ave Maria, de Beyoncé, ilustrado pela última com uma prestação de dança de estilo neoclássico. As duas alunas da Escola Secundária do Cartaxo receberam o prémio das mãos de Maria de São José Devesa, presidente do concelho-geral do AEMM. O terceiro prémio foi entregue pelo vice-presidente do AEMM, professor António, Pinto, a Rita Ferreira, do 6º ano, e Sofia Barbas, do 8º ano, que apresentaram uma coreografia original de dança contemporânea, ao som de um cover do tema This is me, da banda Road Trip.

No meio de uma plateia cheia e efusiva, encontravam-se cinco jurados que apreciaram, avaliaram e atribuíram o troféu aos três melhores talentos, António Cordeiro, professor de piano, de EMRC e promotor do concurso “A Escola Tem Talento”; Inês Gaspar professora de dança; Maria Teresa Lopes professora aposentada e detentora de formação em teatro e artes performativas; o músico e cantor Luís Mirradinho e Tomás Maia Rosa, presidente da Associação de Estudantes da Escola Secundária do Cartaxo.

A gala contou ainda com a actuação da banda Tough and Crazy, constituída por docentes, um funcionário do Agrupamento e um guitarrista convidado, que entreteve um público animado e entusiasta, composto por alunos, professores, familiares e amigos dos participantes, aquando da reunião do Júri.

info, , ,

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS