O Ministério da Agricultura anunciou hoje a abertura de quatro avisos, com 16 milhões de euros de dotação global, financiados pelo Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), da Agenda de Inovação para agricultura.

“Com uma dotação de quatro milhões de euros cada um e financiados pelo Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), os avisos agora anunciados dão resposta às iniciativas emblemáticas ‘Alimentação Sustentável’, ‘Uma Só Saúde’, ‘Excelência da Organização da Produção’ e ‘Promoção dos produtos agro-alimentares portugueses’ da Agenda de Inovação da Agricultura 20/30 ‘Terra Futura’”, indicou, em comunicado.

O primeiro aviso destina-se a estimular a produção nacional, a adopção de sistemas de produção e distribuição “mais sustentáveis” e as cadeias curtas de abastecimento.

Por outro lado, pretende-se valorizar a dieta mediterrânica, o consumo de produtos de época e a carne de pequenos ruminantes autóctones.

Já o segundo aviso pretende “estimular sinergias intersectoriais e harmonizar abordagens e metodologias” que permitam “avaliar, prever e prevenir” eventuais riscos de origem animal, alimentar, resistência aos antimicrobianos e outras ameaças.

Através deste aviso, serão também sensibilizados os “actores sectoriais e a sociedade civil” para a implementação do conceito de uma só saúde.

Conforme adiantou o Ministério da Agricultura, o terceiro aviso tem por intuito contribuir para uma melhor coordenação e organização da produção, “apoiando o ganho de escala, a valorização dos produtos agro-alimentares nacionais e o aumento do rendimento dos produtores, através de actividades de investigação e inovação”.

Por último, o quarto aviso destina-se a estimular a inovação dos produtos agro-alimentares, atendendo às novas tendências de consumo.

“Todas estas medidas, que materializam a Agenda de Inovação ‘Terra Futura’, vêm juntar-se a quatro concursos que já tínhamos lançados no âmbito do PRR, com uma dotação total de 16 milhões de euros, nas temáticas ‘Mitigação das alterações climáticas’, ‘Territórios vulneráveis’ e ‘Agricultura 4.0’”, referiu, em comunicado, a ministra da Agricultura, Maria do Céu Antunes.

De acordo com a governante, os dois primeiros avisos encerrados “tiveram uma grande adesão”.

A líder do Ministério da Agricultura referiu ainda que os avisos lançados hoje e os anteriores “têm em comum o facto de financiarem projetos de investigação, desenvolvimento e inovação e de reflectirem investimentos que ajudam Portugal a recuperar da crise pandémica, beneficiando o sector agrícola e contribuindo para o crescimento sustentável do país”.

As candidaturas podem ser enviadas até, respectivamente, 29 de Abril, 30 de Setembro, 16 de Maio e 30 de Setembro, através do ‘site’ do Instituto de Financiamento da Agricultura e Pescas (IFAP).

A Agenda de Inovação conta com 93 milhões de euros para a sua implementação, 45 milhões de euros dos quais destinam-se à dinamização de projetos de investigação e inovação.

Leia também...

Santarém tem três casas de renda acessível a sorteio

As candidaturas podem ser submetidas até 24 de Janeiro de 2022

Mercadona cria 65 novos empregos com abertura de nova loja em Santarém

Em 2022.

Mercadona constrói maior bloco logístico da empresa em Almeirim

A Mercadona, maior cadeia espanhola de supermercados, anunciou que vai construir um…

‘Casa em Santarém’ nomeada para o prémio internacional de arquitectura

O projecto ‘Casa em Santarém’ da empresa dp arquitectos está nomeado para…