Azambuja prolonga até ao final do ano apoio às famílias, empresas e IPSS

O município de Azambuja vai prolongar até ao final do ano as medidas de apoio às famílias, empresas e instituições no âmbito da pandemia da covid-19.

Em comunicado, a Câmara Municipal de Azambuja refere que estas “medidas de carácter excepcional e transitório” contemplam a isenção do pagamento de rendas e de taxas municipais, a redução da tarifa dos resíduos urbanos e a atribuição de verbas às instituições particulares de solidariedade social (IPSS).

Relativamente à isenção do pagamento das rendas, esta aplica-se a todos os fogos municipais, habitacionais ou comerciais cuja liquidação deveria ocorrer nos meses de Outubro, Novembro e Dezembro.

PUBLICIDADE

As medidas de apoio contemplam também a redução em 35% da tarifa de disponibilidade (fixa) e variável de gestão de resíduos urbanos para todos os utilizadores domésticos, IPSS e associações sem fim lucrativos, nomeadamente os bombeiros e a Cruz Vermelha Portuguesa, com sede no concelho de Azambuja e que aqui desenvolvam a sua actividade até ao final do ano.

Será igualmente prolongada a isenção do pagamento de taxas relativas à ocupação de espaços públicos e publicidade associados a estabelecimentos de comércio e de serviços localizados no concelho de Azambuja e também dos espaços de venda (bancadas) do Mercado Municipal.

Manter-se-á ainda a atribuição de apoio financeiro às IPSS com valência de creche e pré-escolar, no montante de 50 euros por mês, por cada criança de um agregado familiar que tenha tido perda de rendimentos igual ou superior a 30%, por comparação à data do início do ano lectivo transacto.

Também a IPSS Cerci Flor da Vida será apoiada mensalmente, até ao final do ano, no montante de 50 euros por cada utente do Centro de Atividades Ocupacionais cujo agregado familiar tenha tido perda de rendimentos igual ou superior a 30% face ao ano transacto.

“Estas medidas representam mais um investimento da autarquia que continuará a dar o seu apoio numa fase tão complexa da vida mundial provocada pelo novo coronavírus, de enorme exigência e novos desafios para todas as famílias, instituições e empresários, em toda a área do concelho de Azambuja”, justifica a autarquia.

PUBLICIDADE

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS