Jardim-Horto acolhe observação nocturna do céu com poesia de Camões

O Jardim-Horto de Camões, em Constância, vai acolher, nas noites de 31 de Julho e de 21 de Agosto, a iniciativa “Astronomia e arte poética”, no Planetário de Ptolomeu, iniciativa inserida no programa Ciência Viva no Verão.

Numa parceria entre o Centro Ciência Viva de Constância e a Associação da Casa-Memória de Camões, as sessões serão dinamizadas pelo astrónomo Máximo Ferreira e pela professora de Português e camonista Ana Maria Dias, lê-se num comunicado da Casa-Memória de Camões.

“No Planetário, implantado num anfiteatro ao ar livre, que representa a concepção geocêntrica do universo como era entendida no tempo de Camões, cruzar-se-ão os conhecimentos de astronomia, da época e de agora, com a profundidade e a beleza das estrofes d’Os Lusíadas em que o épico explanou a sua arte e o seu saber”, lê-se na mesma nota.

PUBLICIDADE

As actividades decorrem entre as 21:00 e as 24:00, incluindo as sessões, além da observação astronómica, uma “conversa breve sobre o conceito geocêntrico do mundo e pormenores da descrição que Camões faz (na forma de lição que Tétis dá a Vasco da Gama, na ilha dos amores) do conhecimento astronómico da época”, além da identificação de algumas constelações citadas por Camões em Os Lusíadas.

A participação implica inscrição prévia em www.cienciaviva.pt/veraocv/2020, dado o limite e as recomendações da Direção-Geral da Saúde devido à covid-19.

PUBLICIDADE

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS