O poeta tomarense Nuno Garcia Lopes foi o vencedor da primeira edição do Prémio Literário Hugo Santos, organizada pelo Município de Campo Maior, com a obra “Uma casa de papel onde morar”. A entrega do prémio está prevista para dia 2 de Outubro, numa cerimónia que integra o lançamento do livro.

Nascido em Campo Maior, em 1939, Hugo Santos viveu desde os anos setenta em Torres Novas, onde era professor. Prolífico escritor, a sua obra, com que prolongou sempre a ligação ao Alentejo natal (que agora o homenageia com esta iniciativa) teve pontos altos na poesia, no romance e no conto, que lhe valeram importantes distinções. Faleceu a 6 de Novembro de 2018, na sequência de um acidente vascular cerebral. A proximidade física proporcionou diversos encontros entre os dois escritores, bem como a participação conjunta nalgumas iniciativas.

“Uma casa de papel onde morar”, que vai ser editado pelas Edições Filigrana, é o oitavo livro de poesia de Nuno Garcia Lopes e o terceiro consecutivo galardoado em prémios literários, tendo o seu autor recebido igualmente a medalha municipal de mérito, atribuída pelo Município de Tomar, pelo conjunto da sua obra.

Leia também...

Músico dos Santos & Pecadores morre vítima de acidente de trabalho em Tremez

Rui Martins, um dos músicos da banda Santos & Pecadores, morreu na…

Alterações ao Código da Estrada entram em vigor amanhã com multas agravadas

As alterações ao Código da Estrada aprovadas em Novembro entram na sexta-feira,…

PSP apreende mais de 250 de aves na Avisan

Levantados três autos de contra-ordenação.

Homem morre esmagado em acidente de trabalho em Alpiarça

Um homem morreu num acidente de trabalho, esmagado por uma máquina de…